Pela primeira vez, o Jardim do Bairro Afonso Costa foi palco de uma festa, no passado sábado, dia 2, organizada por um grupo informal de moradores que decidiu criar um evento de promoção de convívio e animação naquele bairro.

Durante o convívio, o presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião que, em parceria com a Câmara Municipal, ajudou a montar a festa, enalteceu a iniciativa. "É muito bom ter moradores organizados e decididos a criar eventos de proximidade!”, expressou o autarca, considerando que “uma sociedade evoluída e consciente tem no seu seio cidadãos que arregaçam as mangas e participam activamente na melhoria das suas condições de vida".

Nuno Costa reiterou todo o apoio da junta a estes movimentos espontâneos de participação dos cidadãos na vida colectiva e fez votos de que este exemplo seja seguido por outros moradores, noutros bairros da freguesia e do concelho.

“A nossa expectativa é que isto se torne numa festa anual”, adiantou Hugo Silva, um dos responsáveis pela organização, revelando que os moradores ficaram “satisfeitos” com a iniciativa. Para Jorgete Fonseca, principal impulsionadora do evento, este era necessário para “dar vida ao bairro”. Os organizadores mostraram-se gratos pelo apoio prestado pela Câmara Municipal e pela Junta de Freguesia de S. Sebastião, que “tem sido incansável no apoio logístico. Sem eles era impossível realizar esta festa!”.

A festa teve início às 17 horas, com uma arruada do agrupamento de escuteiros 64, de São José (Camarinha), seguida por uma demonstração de Taekwondo do Grupo Desportivo “O Independente”, com o Mestre Armando Silva e praticantes desde os 6 aos 50 anos, e ainda uma aula de Zumba.

Um dos pontos altos do evento foi a actuação de três madrinhas das Marchas Populares de Setúbal: Susana Martins (G.D.S. “Os 13”), Sara Margarida (G.D. Independente) e Maria Cordeiro (ACTAS), que ganhou o prémio de melhor madrinha 2016.

A animação musical prosseguiu com a voz e guitarra do jovem setubalense Iuri Fonseca, que participou nos castings do programa de TV “Ídolos”, acompanhado por outro jovem na percussão. O baile prolongou-se até à 1 hora da manhã, com o organista e vocalista Ricardo Silva.