“Sabores do Bairro” volta a animar Forte da Bela Vista

A 2ª edição do “Sabores do Bairro”, evento que promove, no Forte da Bela Vista, a gastronomia e os ritmos das diferentes raízes culturais dos moradores daquela zona da cidade, decorre nos próximos dias 14 e 15 e promete algumas surpresas e novidades. Sem querer desvendar muito, Francisco Sousa, um dos responsáveis pela iniciativa, dinamizada no âmbito do programa municipal “Nosso Bairro, Nossa Cidade”, revelou, em conferência de imprensa, que, este ano, além da habitual animação musical, haverá também espaço para o teatro e outras surpresas, sendo possível que atuem artistas que não estão previstos no cartaz.

“Quem for ao bairro vai encontrar uma festa, aberta a toda a população, que só é possível realizar com a solidariedade de todos os artistas, que atuam gratuitamente, e o apoio da Junta de Freguesia de S. Sebastião e da Câmara Musical e, claro, com o trabalho e empenho dos moradores”, expressou o porta-voz da organização, no passado dia 8, na Casa da Baía.

A iniciativa, a capacidade de organização e de intervenção dos moradores, no seu próprio meio, foram elogiadas pelo presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião, considerando que estes eventos “geram coesão no bairro”. Este é um dos objectivos do “Nosso Bairro, Nossa Cidade” que pretende “coser o tecido da cidade, tornando cada bairro em mais cidade”. Na visão de Nuno Costa isso acontece “quando há qualidade de vida e quando se organizam iniciativas que aproveitam as diferentes culturas e sensibilidades que existem no próprio bairro, contribuindo para valorizar o que de melhor ali se faz”.

O autarca declarou a sua vontade de que este projecto seja replicado noutros bairros “para tornar a nossa sociedade mais solidária, fraterna e justa, na qual os cidadãos estejam empenhados em construir algo em benefício de todos, assumindo a responsabilidade de melhorar as suas próprias condições de vida”.

A festa inicia-se às 18 horas de dia 14, com o Grupo Olodum do Agrupamento de Escolas Ordem de Santiago, seguido pela atuação do Grupo Coral Alentejano Amigos dos Sadinos. O Grupo Musical Ciganitos, composto por jovens daquele bairro, promete animar os participantes, assim como a música africana de Tequilla, artista já habitual nestas festas. Yúri Fonseca, jovem músico setubalense vai também mostrar o seu talento, seguido do rap dos Flow Boys. Quim Gouveia e Urban Trio, Lena Silva, Jorge Nice, Maria Madalena e Grupo Cantares do Sado são outros dos artistas que animam o primeiro dia do evento, que termina com um baile com Diogo Santos.

Neste dia, destaque ainda para a poesia, com João Faleiro Paixão e Luís Filipe Estrela a recitar poemas, e para o teatro, com o Teatro do Elefante a realizar apontamentos de artes circenses durante a festa.

No dia 15 a animação começa com o Grupo de Cantares Alentejanos Amigos do Independente. Segue-se o Grupo de Cantares Populares de São Sebastião e o Grupo de Danças da YMCA. O trio de R&B SoulPlay, que tem feito sucesso a nível nacional, também vai marcar presença, assim como o rapper Dhakilla Mastah. Sérgio Lota e António Serrano mostram também o seu valor e a festa encerra com um baile com Júlio Duarte.

Sendo Dia de Bocage e da Cidade, cabe ao Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico homenagear Elmano Sadino com “O Mundo Fabuloso de Bocage”, um musical criado para as comemorações dos 250 anos do nascimento do poeta.

Além da diversidade musical, da dança, poesia e teatro, a tónica recai também sobre a gastronomia africana e portuguesa, não faltando os petiscos para acompanhar esta festa popular.