Novos órgãos sociais do G. D. Independente tomaram posse

A cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais do Grupo Desportivo Independente (GDI), eleitos a 26 de janeiro, realizou-se na quinta-feira, 1 de fevereiro, na sede da coletividade, na qual marcaram presença o presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião e o vereador da Cultura da Câmara Municipal.

“Vamos tentar sempre ser honestos, transparentes e disponíveis para os sócios”, foi esta a principal mensagem deixada pelo novo presidente da direção do GDI, Bruno Frazão que pretende que haja “abertura para diálogo” entre os corpos gerentes e a massa associativa, a fim de evitar mal-entendidos e resolver os problemas “abertamente e em conjunto”.

Durante o discurso de tomada de posse o dirigente, que terminou o seu mandato como presidente da assembleia geral do clube, salientou a necessidade de, apesar da remodelação recente da sala principal da sede, sita no bairro Afonso Costa, haver novas obras, para as quais solicitou a apoio dos autarcas presentes. “Apelamos a que nos ajudem a recuperar a pista de atletismo e o espaço anexo, bem como o melhoramento desta sala para que seja mais um ponto de referência da cultura popular da nossa cidade”.

Em resposta, o presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião mostrou disponibilidade para apoiar e encontrar os meios para as questões solicitadas, tal como “tem sido apanágio da nossa intervenção nesta coletividade e noutras”, relembrou Nuno Costa que garantiu manter essa visão.

O autarca fez votos de que os novos dirigentes do Independente mantenham “abertura à comunidade”, uma particularidade que esteve “bem patente nos últimos anos” e que é “muito importante para a coesão do tecido social da freguesia, ajudando o nosso projeto autárquico a torná-la mais solidária, inclusiva e humanizada”, referiu. “Desejamos à nova direção muita vida e energia para continuar um trabalho que nós classificamos como dos mais relevantes que pudemos observar nos últimos tempos”, rematou o presidente de S. Sebastião.

“Podem contar com a Junta de Freguesia e com a Câmara Municipal, sempre com uma visão estratégica e integrada do trabalho”, frisou o vereador Pedro Pina que também enalteceu o trabalho desenvolvido pela direção cessante. Desejando “as maiores felicidades” à recém-eleita equipa de dirigentes, o vereador da Cultura e do Desporto lançou o desafio de “contrariar a ideia de que o movimento associativo não tem vitalidade”.

A cerimónia contou com uma demonstração de alguns atletas da secção de Taekwondo do clube, orientada pelo mestre Armando Silva, representando a vertente desportiva da coletividade que mantém igualmente uma secção de atletismo, na qual se iniciou a atleta olímpica Susana Costa, e a modalidade de BMX. Na vertente cultural, destaque para o Grupo Coral Alentejano Amigos do Independente, que entoou três modas, e ainda para as marchas populares, representadas pela madrinha Sara Margarida que cantou a marcha de 2017 do clube, ano em que a coletividade arrecadou os prémios de melhor letra, melhor música e melhor madrinha no concurso das Marchas Populares de Setúbal.