Distribuição de cravos assinala Dia da Mulher

O Presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião (JFSS) e três elementos do Executivo assinalaram, a 8 de março, o Dia Internacional da Mulher com a oferta de cravos vermelhos, em alguns locais da freguesia.

Esta ação simbólica, levada a cabo por Nuno Costa, Ana Bordeira (Secretária), Isabel Quadros (Tesoureira) e Carlos Ricardo (Vogal), do Executivo da JFSS, visou a celebração do Dia Internacional da Mulher relembrando a sua verdadeira essência, relacionada com a igualdade de direitos entre homens e mulheres. “Podemos fazer todo o tipo de comemorações e atividades para assinalar este dia, mas não podemos esquecer a razão pela qual o celebramos, que tem sobretudo a ver com as questões da igualdade de direitos e de uma luta tremenda que a mulheres travaram durante estes séculos contra a exploração laboral”, manifesta o presidente da JFSS.

O autarca lembra ainda a origem deste dia que nos remete a 8 de março de 1857, data em que as trabalhadoras de uma fábrica nos Estados Unidos da América, exigindo melhores condições de trabalho, pararam os meios de produção e acabaram por morrer, trancadas pelo patrão, que incendiou as instalações.

A oferta do cravo vermelho frisa a componente da luta e resistência das mulheres e remete para a Revolução dos Cravos de 25 de abril de 1974, que, de acordo com Nuno Costa, “deu um impulso significativo às questões da igualdade laboral entre mulheres e homens”.

As flores foram distribuídas às funcionárias da JFSS e a largas dezenas de mulheres no Mercado 2 de Abril, em algumas ruas e comércio do Bairro da Conceição, incluindo o Mercado da Conceição e também no Centro Comercial Alegro.