Grupo Desportivo Setubalense "Os 13" assinala centenário

O Grupo Desportivo Setubalense “Os 13” promoveu um singelo ato simbólico na sua sede para assinalar o 100.º aniversário do clube, no passado dia 1 de dezembro, na presença do presidente da Câmara Municipal e do presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião.

A apresentação do renovado hino de “Os 13”, interpretado por Íris Cruz, foi o momento alto da sessão comemorativa do aniversário da coletividade que completou cem anos de atividade.

O presidente da direção do Grupo Desportivo Setubalense “Os 13”, Manuel Pires, revelou que os dirigentes associativos decidiram recuperar o antigo instrumental do hino, da autoria de Ariovisto José Valério, ouvido pela última vez em 1962, nas comemorações do 41º aniversário do clube sadino, e dar-lhe uma nova roupagem, com arranjos musicais de Artur Jordão e letra de Bruno Frazão.

A cerimónia, restrita a poucos convidados devido aos condicionalismos causados pela pandemia, contou com a participação do presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião que saudou a atual direção e os sócios do clube pela importante marca do centenário, fez votos de que “esta data traga ainda mais resiliência a “Os 13”, para se restaurar e voltar a ser uma grande coletividade”. Nuno Costa considerou ainda que “este é o momento de convocar todos os sócios a darem o seu contributo para que a coletividade tenha o vigor que merece”.

O autarca reiterou o apoio da Junta de Freguesia e desejou vida longa ao emblema centenário para que o mesmo possa continuar a “cumprir de forma cabal a sua missão de contribuir para uma sociedade mais justa, solidária e fraterna”.

Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal de Setúbal salientou a importância do clube como “património social e desportivo da nossa cidade” e saudou os dirigentes associativos pela execução da sua “tarefa complexa no quadro das dificuldades que assolam as coletividades do país, apenas atenuadas pelo poder local”.

Reconhecendo as aspirações e vontade do G.D.S. “Os 13” de continuar a ser “uma referência no panorama desportivo e cultural local”, André Martins garantiu que irá “dedicar um olhar diferente ao movimento associativo” e adiantou que o Município irá homenagear a coletividade pelo seu centésimo aniversário, no Dia da Cidade.

No final da cerimónia foram sopradas as velas do bolo de aniversário e servido Moscatel de Setúbal.