Freguesia comemora aniversário com objetivos cumpridos

A Freguesia de São Sebastião assinalou o seu 464º aniversário durante a manhã do passado dia 18 de março, com uma cerimónia comemorativa na sede da Junta de Freguesia, onde se reuniram largas dezenas de pessoas, entre populares, artistas, autarcas e representantes de mais de 40 instituições.

Orgulhoso do projeto autárquico que coordena, o presidente da Junta de Freguesia considerou que São Sebastião honra o lema: “uma Freguesia solidária, humanizada e Inclusiva”, estando sempre ao lado daqueles que lutam, por exemplo, pela construção de novas instalações para o Centro de Saúde do Bairro Santos Nicolau; assim como dos que exigiram novas instalações para a Escola Luísa Todi.

Refletindo sobre o trabalho realizado, Nuno Costa afirmou com convicção que “cumprimos integralmente o nosso compromisso com a população” tendo, inclusivamente, ido “além do compromisso”, por exemplo, no âmbito do projeto “ouvir a população construir o futuro”, em estreita colaboração com a Câmara Municipal.

A diminuição da pegada ecológica da freguesia, cuja meta de substituir os herbicidas por um produto cem por cento biológico, foi recentemente atingida; e a modernização dos serviços, onde se destaca a inovadora aplicação móvel (VER) que coloca a tecnologia ao serviço da população, foram alguns dos objetivos concretizados no presente mandato.

O autarca aproveitou a oportunidade para transmitir as preocupações do executivo sobre a descentralização de competências. Embora, localmente, a delegação de competências do município para as freguesias tenha tido “notáveis resultados”, permitindo responder “com maior rapidez e eficácia, a necessidades das populações que só as freguesias são capazes de conhecer em pormenor”, Nuno Costa teme que a descentralização administrativa a nível nacional, possa vir a ter algumas lacunas.

“A transferência de atribuições e competências não pode consistir, como a prática tem demonstrado, num processo de redução do investimento público e alijamento do ónus de insatisfação e incumprimento para o poder local”, expressou o presidente da JFSS, alegando que é necessário transferir, além de meios humanos e recursos financeiros, “o poder de decisão e autonomia para o poder local em matéria financeira, orçamental, organizacional, material e humana”.

A presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, fez questão de estar presente na cerimónia e de dar os parabéns pelo “excelente trabalho da Junta de Freguesia de S. Sebastião, seja na execução das competências delegadas pela Câmara, a nível de higiene e limpeza ou na manutenção de espaços verdes, seja na concretização das suas competências próprias. Este território está hoje mais qualificado e é intenso o trabalho desenvolvido na melhoria da qualidade de vida da população”.

A sessão solene contou ainda com uma intervenção de António Baptista, presidente da Assembleia de Freguesia que se mostrou convicto do crescimento da freguesia que consiste na “nova centralidade” de Setúbal.

O início das festividades foi marcado pelo hastear da bandeira, cerca das 10 horas, ao som do rufar dos tambores do Grupo de Percussão Sant’iago Olodum, do Agrupamento de Escolas Ordem de Santiago, seguido pela atuação do Grupo de Cantares Populares de São Sebastião. Após os discursos, a cerimónia foi abrilhantada pela alegria e beleza das fadistas Carla Lança e Susana Martins.