Comércio e Indústria apresenta equipa de atletismo

Composta por 27 atletas, a nova equipa de atletismo do U.F. Comércio e Indústria apresentou-se ao público na passada sexta-feira, dia 30, na Casa da Baía, onde afirmou toda a sua ambição em atingir um patamar superior de competitividade e, consequentemente, conquistar títulos para o emblema sadino, da freguesia de S. Sebastião.

Esta secção de atletismo formou-se em maio, a partir de uma pequena equipa setubalense - a Time Runners, que decidiu ampliar a sua estrutura, escolhendo o Comércio e Indústria como aliado. Com a nova estrutura e a ajuda de um patrocinador foi possível convidar e cativar mais atletas e "rapidamente começámos a conseguir captar alguns atletas de um nível que não esperávamos conseguir agora no início", explica Luciano Correia que, em conjunto com Paulo Fernandes, dirige a equipa. Uma das melhores aquisições foi a atual campeã nacional de trail, Cristina Ponte, além de três atletas da Selecção Nacional de Orientação Pedestre.

"A nossa maior aposta é o Circuito Nacional de Trail", revela Luciano Correia, explicando que "a maior parte dos nossos atletas, com uma média de idades que ronda os 35 anos, estão dedicados a este tipo de provas". O objetivo? "Conquistar um título, seja individual ou coletivo", expressa o mentor. Apesar da forte aposta no trail, as outras competições não vão ser descuradas, garante. "No fundo onde houver corrida queremos estar representados, levando quantos mais atletas for possível". A próxima Taça de Portugal de Corrida em Montanha, da Federação Portuguesa de Atletismo, é ainda outra competição importante que a equipa pretende abordar e que será uma estreia para muitos atletas.

O presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião, Nuno Costa, demonstrou a sua satisfação pelo surgimento da nova equipa e por esta se ter associado ao Comércio e Indústria, contrariando a tendência de criar uma nova coletividade. "As pessoas têm dificuldade em juntarem-se: temos, por um lado, muitos clubes com casas vazias, e, por outro, temos gente organizada e a produzir, sem casa", disse, enaltecendo a iniciativa e o seu desenvolvimento no seio do movimento associativo e popular. "Este movimento tem todas as características que nós defendemos e tentamos implementar com o nosso projeto autárquico: a transformação da sociedade com os valores da solidariedade e da inclusão".

Nuno Costa aproveitou a oportunidade para convidar os atletas a participar na 12ª Corrida da Liberdade que se realiza no âmbito das comemorações do 25 de abril, com partida do Parque da Lanchoa. "Era muito interessante que um clube da freguesia, com uma equipa tão expressiva como esta, pudesse participar na corrida da sua freguesia". Oferecendo os meios da Junta de Freguesia para apoiar a secção e o clube, o autarca concluiu saudando a equipa "pela forma como estão a fazer o vosso caminho" e expressou "um regozijo acrescido por isto estar a acontecer na nossa freguesia".